fbpx
loader

Câmara dos Representantes aprovou elevação do teto da dívida do país em US$ 480 bilhões e projeto vai para sansão do presidente Joe Biden.

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou nesta terça-feira, 12, uma medida para elevar o teto da dívida do país em US$ 480 bilhões. Foram 219 votos favoráveis e 206 contrários. O projeto, que já havia passado no Senado, vai agora para a sanção do presidente americano, Joe Biden.

Em meio a um impasse político entre democratas e republicanos, a legislação resolve o problema apenas de forma temporária. Segundo cálculos do Tesouro do país, o novo limite para emissão de títulos de dívida permite o cumprimento de obrigações até o dia 3 de dezembro, quando haveria novamente um risco de calote do governo dos EUA, algo que nunca ocorreu.

As consequências desse cenário extremo poderiam ser uma crise financeira e uma recessão econômica.
Oposição propôs pacto para solucionar impasse do teto da dívida
Na semana passada, após a medida ser aprovada no Senado, a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, havia dito que os deputados poderiam ter de voltar mais cedo do recesso legislativo para votar o aumento do limite de endividamento do Tesouro.

Antes da declaração de Pelosi, o senador Chuck Schumer, líder da maioria no Senado, havia anunciado um acordo entre democratas e republicanos para suspender o teto até o dia 3 de dezembro. Essa solução temporária para o imbróglio político que parou Washington nas últimas semanas foi oferecida pelo líder do Partido Republicano na Casa, Mitch McConnell.

O oposicionista propôs o pacto após Biden reunir na Casa Branca os CEOs de grandes empresas, como JPMorgan, Citi e Nasdaq, para debater o assunto. Os executivos alertaram para as consequências econômicas de um calote dos EUA caso o limite de endividamento do Tesouro não fosse elevado e pediram que o Congresso resolvesse o imbróglio.

Nas contas da secretária do Tesouro, Janet Yellen, o governo poderia perder a capacidade de cumprir suas obrigações de dívida a partir do dia 18 de outubro, sem a medida aprovada hoje. Portanto, o prazo para evitar o calote era curto. Desde agosto, quando expirou a suspensão anterior do teto, o Tesouro tem usado “medidas extraordinárias” para pagar despesas, já que está impedido de contrair nova dívida.

A Visão Investimentos - Agente Autônomo de Investimentos Ltda está devidamente registrada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), na forma da Instrução Normativa nº497/11, e é credenciada junto à Safra Corretora de Valores e Câmbio Ltda., o que pode ser verificado no site da CVM (www.cvm.gov.br) ou no site da ANCORD (http://www.ancord.org.br) ou no site da Safra Corretora - www.safra.com.br/agentesautonomoscredenciados. A marca SAFRA INVEST é de propriedade e objeto de direitos exclusivos de empresas das Organizações Safra, das quais faz parte a Safra Corretora de Valores e Cambio Ltda. O Agente Autônomo é um intermediário e depende de ordem prévia do cliente para realizar operações no mercado financeiro e de capitais. Esta mensagem tem conteúdo meramente informativo. As informações ora prestadas são de caráter geral e exemplificativo, estando sujeitas a alterações, condições adicionais e negociação específica para cada investimento realizado, não se configurando ou devendo ser entendida como oferta pública ou privada, relatório de análise ou consultoria de valores mobiliários tais como definidos na legislação e regulamentação em vigor. As informações expressas neste documento foram obtidas de fontes públicas consideradas seguras, porém não é garantida a sua precisão ou completude, não devendo ser consideradas como tal. Investimentos em títulos e valores mobiliários envolvem riscos. A decisão pelo tipo e perfil de investimento é de responsabilidade exclusiva do cliente, razão pela qual se recomenda fortemente que o investidor faça uma avaliação independente sobre as operações pretendidas, riscos, condições e tributação aplicável. Quaisquer referências e rentabilidades passadas não significam de qualquer forma a garantia ou previsibilidade de rentabilidades futuras. O Grupo Safra não será responsável por perdas diretas, indiretas ou lucros cessantes decorrentes da utilização deste material para quaisquer finalidades. A presente publicação e todos seus elementos literais e gráficos constituem uma obra autoral protegida, estando os diretos sobre a mesma reservados.