fbpx
loader

Descontrole da epidemia no Brasil preocupa especialmente os vizinhos da América do Sul, que reforçam medidas de segurança nas fronteiras

Peru e Colômbia proibiram voos do Brasil. O Uruguai mandou mais doses de vacinas para a fronteira com o Rio Grande do Sul. O Chile prevê possível quarentena para quem chega do Brasil. Os argentinos impuseram restrições à entrada de brasileiros e a Venezuela tem medo da variante surgida no País.

Ao todo, 108 países impedem a entrada livre de brasileiros ou turistas que tenham passado por aeroportos no País, segundo levantamento do jornal O Estado de S. Paulo, com base em dados da Associação Internacional de Transportes Aéreos (Iata), sites de agências de viagens e contatos com as embaixadas no Brasil.

Líder de contaminações e mortes em números absolutos e relativos na região, o Brasil desperta preocupação especialmente dos vizinhos. Este é o sentimento predominante em entrevistas feitas pelo Estadão com moradores de países sul-americanos.

Letalidade preocupa OMS
Na semana passada, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou ter grande preocupação com a letalidade e a transmissão do vírus entre os brasileiros.

“Se o Brasil não for sério, continuará afetando sua vizinhança – e além”, afirmou Tedros Adhanom, diretor da OMS. O Brasil é o terceiro país com mais vizinhos no planeta – faz fronteira com 9 nações, além da Guiana Francesa, ficando atrás de Rússia e China. “Muitos estão caminhando na direção certa, mas não é o caso do Brasil”, criticou Mark Ryan, da cúpula da OMS.

Embora tenha 3% da população mundial, hoje um em cada quatro mortos por covid no mundo é brasileiro. O País registra ainda recordes negativos em sua média de mortes desde o início de março, mostrando que a pandemia está em seu pior momento.

Para Marcos Azambuja, ex-embaixador do Brasil na Argentina, o País precisa “voltar aos trilhos” e agir depressa no momento em que a pandemia perde força em outras partes do mundo, com a vacinação.

“O Brasil não pode ser retardatário. Não pode se transformar num pária sanitário do planeta”, disse.

País ameaça a saúde global
“Como grande laboratório da imunidade de rebanho, o Brasil tornou-se uma ameaça para a segurança da saúde global”, afirma a professora Deisy Ventura, coordenadora da pós-graduação em saúde global da USP. “Além de sequelas, mortes evitáveis e do custo para o sistema de saúde em insumos e leitos, a disseminação do vírus favorece mutações virais e novas variantes.”

As restrições afetam ainda os clubes brasileiros que disputam a Copa Libertadores. No início do mês, a Conmebol transferiu o jogo entre Ayacucho e Grêmio do Peru para o Equador.

A mudança foi necessária em razão do veto imposto pelas autoridades peruanas à entrada de brasileiros. Os peruanos jogaram no Brasil, já que a tradicional regra de reciprocidade adotada entre nações não se aplica a normas sanitárias. Os brasileiros, portanto, têm recebido tratamento diferente nos países vizinhos em relação ao dispensado a eles aqui.

Este problema não se restringe aos gramados. As restrições deixaram o Brasil de fora do panamericano de mountain bike, que conta pontos para o ranking olímpico. As barreiras para a entrada de brasileiros em Porto Rico, sede da competição e território administrado pelos EUA, inviabilizaram a viagem, prejudicando a corrida dos atletas por uma vaga nos Jogos de Tóquio. (AE)

A Visão Investimentos - Agente Autônomo de Investimentos Ltda está devidamente registrada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), na forma da Instrução Normativa nº497/11, e é credenciada junto à Safra Corretora de Valores e Câmbio Ltda., o que pode ser verificado no site da CVM (www.cvm.gov.br) ou no site da ANCORD (http://www.ancord.org.br) ou no site da Safra Corretora - www.safra.com.br/agentesautonomoscredenciados. A marca SAFRA INVEST é de propriedade e objeto de direitos exclusivos de empresas das Organizações Safra, das quais faz parte a Safra Corretora de Valores e Cambio Ltda. O Agente Autônomo é um intermediário e depende de ordem prévia do cliente para realizar operações no mercado financeiro e de capitais. Esta mensagem tem conteúdo meramente informativo. As informações ora prestadas são de caráter geral e exemplificativo, estando sujeitas a alterações, condições adicionais e negociação específica para cada investimento realizado, não se configurando ou devendo ser entendida como oferta pública ou privada, relatório de análise ou consultoria de valores mobiliários tais como definidos na legislação e regulamentação em vigor. As informações expressas neste documento foram obtidas de fontes públicas consideradas seguras, porém não é garantida a sua precisão ou completude, não devendo ser consideradas como tal. Investimentos em títulos e valores mobiliários envolvem riscos. A decisão pelo tipo e perfil de investimento é de responsabilidade exclusiva do cliente, razão pela qual se recomenda fortemente que o investidor faça uma avaliação independente sobre as operações pretendidas, riscos, condições e tributação aplicável. Quaisquer referências e rentabilidades passadas não significam de qualquer forma a garantia ou previsibilidade de rentabilidades futuras. O Grupo Safra não será responsável por perdas diretas, indiretas ou lucros cessantes decorrentes da utilização deste material para quaisquer finalidades. A presente publicação e todos seus elementos literais e gráficos constituem uma obra autoral protegida, estando os diretos sobre a mesma reservados.