fbpx
loader

A Visão Investimentos, escritório Safra Invest da Região de Campinas e Jundiaí acredita que a educação financeira amplia o horizonte dos investidores e dos futuros investidores também.

Por isso estamos preparando conteúdos que orientem e apresentem aos investidores o melhor de cada classe de produtos.

Lembrando que aqui na Visão as carteiras são montadas de acordo com o seu perfil de investidor e objetivos, e é estruturada tendo como premissa a importância da diversificação, a fim de diminuir a volatilidade.
Quanto mais alinhado aos seu objetivo o seu assessor estiver mais eficiente será a estratégia traçada pelo assessor. Aqui na Visão Investimentos nossos assessores são orientados a participar o mais próximo possível da vida do cliente, buscando por oportunidades e soluções que permitam alcançarmos as expectativas individuais.
O mercado financeiro de maneira geral busca sempre apresentar produtos que coincidam com a cultura local dos investidores. Aqui no Brasil crescemos por muito tempo ouvindo de nossos pais e avós sobre a importância de se comprar imóveis para aumentar o patrimônio.
Com todas as mudanças econômicas e financeiras que nosso país vem passando ao longo das últimas três décadas, hoje aplicar dinheiro em imóveis já não é mais uma opção vantajosa.
Mas, culturalmente, a maioria dos brasileiros ainda precisa perceber o porquê isso deixou de ser interessante.
Primeiro podemos dizer que um imóvel tem uma liquidez muito baixa, fica sujeito a intempéries e tem um custo administrativo alto se formos pensar em viver de renda de aluguel, condominio,
IPTU, etc.
Mas, muitos investidores poupam a vida toda em busca da tão sonhada renda. E para atender esse público o mercado financeiro oferece os Fundos Imobiliários, que garantem uma renda mensal extinguindo os problemas com a falta de liquidez, elevado custo administrativo,
manutenção do imóvel, localização, etc.

Mas, o que é o Fundo Imobiliário?
Fundos Imobiliários (FII) são fundos de investimento destinados à aplicação em empreendimentos imobiliários, o que inclui, além da aquisição de direitos reais sobre bens imóveis, o investimento em títulos relacionados ao mercado imobiliário, como letras de crédito
imobiliário (LCI), letras hipotecárias (LH), cotas de outros FII, certificados de potencial adicional de construção, (CEPAC), certificados de recebíveis imobiliários (CRI), e outros previstos na
regulamentação.
Basicamente, quando um investidor aceita investir em Fundos Imobiliários ele compra cotas de
salas comerciais, prédios,shoppings, etc localizados em regiões valorizadas, como na Paulista
e Faria Lima, dois centros empresariais muito importantes de São Paulo, por exemplo.
Então, mensalmente o investidor recebe um aluguel desses imóveis que fica em torno de 0,9%
do valor investido e o valor do principal é corrigido por taxas que variam de produto para
produto, mas que ficam em média próximo a 7% ao ano.
A característica da liquidez consegue ser melhorada para quem investe em fundos se
compararmos com donos de imóveis, pois um cotista que não tenha mais interesse em
permanecer no fundo e queira se desfazer do seu investimento pode negociar através de corretoras suas cotas na bolsa de valores ou de balcão organizado.
Um ponto importante que gostaria de salientar aqui é com relação à política de investimentos .Considerando os diferentes ativos e empreendimentos imobiliários que podem fazer parte da carteira de investimentos de um FII, é importante estar atento a sua política de investimentos, já que, em grande medida, a rentabilidade e os riscos de cada fundo estão relacionados ao seu portfólio.
Nesse sentido, é comum classificar os fundos imobiliários em três grandes grupos: renda,
desenvolvimento e títulos. Os fundos de renda direcionam a maior parte de seus recursos para a aquisição de direitos reais sobre bens imóveis, com o objetivo de gerar renda por meio da locação dos imóveis. Nos fundos de desenvolvimento, os recursos são prioritariamente
voltados para o setor de construção imobiliária e incorporações, e os rendimentos são
provenientes da venda desses empreendimentos. E os fundos de títulos investem a maior parte
do seu patrimônio em títulos ou valores mobiliários, de renda variável ou de renda fixa,
relacionados ao mercado imobiliário e que possam fazer parte da carteira de um FII.
Entre os FII que investem apenas em ativos reais, há ainda aqueles que se especializam em
nichos de empreendimentos específicos, como escritórios, shopping centers, galpões para
armazenamento e distribuição de mercadorias, hotéis, escolas, hospitais, lojas, agências
bancárias etc. Além disso, alguns investem em vários empreendimentos, inclusive com
diversificação geográfica, enquanto outros concentram sua aplicação em um único imóvel.
Falando mais detalhadamente do retorno deste investimento, a primeira e talvez a principal
forma ocorre por meio da distribuição periódica de resultados. A lei que criou os FII estabelece
a obrigatoriedade de distribuição de rendimentos, no mínimo, semestralmente. Na prática, no
entanto, a maioria dos fundos distribui os rendimentos mensalmente (como se fosse um
aluguel).(Fonte /www.safra.com.br/central-de-conteudo).
A origem dessa renda dependerá da política de investimento do fundo. Pode ser proveniente
de aluguéis, da receita de incorporação ou ganho de capital na venda dos direitos reais sobre
os imóveis, ou de juros ganhos com os títulos e valores mobiliários. É claro que sempre pode
haver uma combinação desses fatores.
Se você se interessou por esse modelo de investimentos converse com nossos assessores.
Aqui na Visão colocamos à sua disposição os melhores produtos do mercado.
A escolha do fundo e do seu gestor está diretamente relacionada ao desempenho do seu
investimento. Então, conte com a ajuda dos especialistas da Visão Investimentos| Safra Invest
e viva de renda sem os inconvenientes de manter um ativo como um imóvel. Sim, isso é
possível!
Porque quem tem Visão é SAFRA!

A Visão Investimentos - Agente Autônomo de Investimentos Ltda está devidamente registrada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), na forma da Instrução Normativa nº497/11, e é credenciada junto à Safra Corretora de Valores e Câmbio Ltda., o que pode ser verificado no site da CVM (www.cvm.gov.br) ou no site da ANCORD (http://www.ancord.org.br) ou no site da Safra Corretora - www.safra.com.br/agentesautonomoscredenciados. A marca SAFRA INVEST é de propriedade e objeto de direitos exclusivos de empresas das Organizações Safra, das quais faz parte a Safra Corretora de Valores e Cambio Ltda. O Agente Autônomo é um intermediário e depende de ordem prévia do cliente para realizar operações no mercado financeiro e de capitais. Esta mensagem tem conteúdo meramente informativo. As informações ora prestadas são de caráter geral e exemplificativo, estando sujeitas a alterações, condições adicionais e negociação específica para cada investimento realizado, não se configurando ou devendo ser entendida como oferta pública ou privada, relatório de análise ou consultoria de valores mobiliários tais como definidos na legislação e regulamentação em vigor. As informações expressas neste documento foram obtidas de fontes públicas consideradas seguras, porém não é garantida a sua precisão ou completude, não devendo ser consideradas como tal. Investimentos em títulos e valores mobiliários envolvem riscos. A decisão pelo tipo e perfil de investimento é de responsabilidade exclusiva do cliente, razão pela qual se recomenda fortemente que o investidor faça uma avaliação independente sobre as operações pretendidas, riscos, condições e tributação aplicável. Quaisquer referências e rentabilidades passadas não significam de qualquer forma a garantia ou previsibilidade de rentabilidades futuras. O Grupo Safra não será responsável por perdas diretas, indiretas ou lucros cessantes decorrentes da utilização deste material para quaisquer finalidades. A presente publicação e todos seus elementos literais e gráficos constituem uma obra autoral protegida, estando os diretos sobre a mesma reservados.