fbpx
loader

Viajantes poderão entrar com o comprovante da vacinação completa e teste negativo. Não há detalhes sobre restrição a imunizantes

Os EUA anunciaram nesta segunda-feira, 20, que vão liberar a entrada de brasileiros totalmente vacinados contra a covid-19 no país a partir do início de novembro.

No entanto, a Casa Branca não estipulou a data exata que isso deve ocorrer e não deu detalhes sobre possíveis restrições a algumas marcas de vacina. Nos Estados Unidos são utilizados imunizantes da Pfizer/BioNTech, Janssen e Moderna.

Porém, já se sabe que os viajantes terão que apresentar testes negativos de covid-19 com data de até três dias antes da viagem, além do comprovante do esquema vacinal completo.

A confirmação por parte do governo dos EUA de liberar brasileiros serve também a cidadãos de outras nações como China, Índia e Reino Unido.

Segundo o coordenador da resposta à pandemia do governo estadunidense, Jeff Zients, afirmou que os critérios referentes às marcas das vacinas serão definidos pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Assim que a entrada for permitida, os viajantes do Brasil que se enquadrarem nas exigências americanas não precisarão mais cumprir quarentena obrigatória.

Apesar do anúncio, o CDC ainda não atualizou sua classificação de risco para viagens Brasil, cuja mudança foi feita há uma semana.

Nesse sentido, o País se encontra no terceiro estágio, o de “risco alto”. Antes, figurava no quarto e último estágio, de “risco muito alto”.

Além das novidades aos brasileiros, os EUA também anunciaram novas regras para liberar a entrada de cidadãos americanos não vacinados que estão no exterior.

Para retornar ao país, essas pessoas terão que apresentar teste com resultado negativo feito na véspera da viagem.

Adicionalmente, terão que se submeter a novo exame de detecção da doença assim que desembarcarem.

A Visão Investimentos - Agente Autônomo de Investimentos Ltda está devidamente registrada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), na forma da Instrução Normativa nº497/11, e é credenciada junto à Safra Corretora de Valores e Câmbio Ltda., o que pode ser verificado no site da CVM (www.cvm.gov.br) ou no site da ANCORD (http://www.ancord.org.br) ou no site da Safra Corretora - www.safra.com.br/agentesautonomoscredenciados. A marca SAFRA INVEST é de propriedade e objeto de direitos exclusivos de empresas das Organizações Safra, das quais faz parte a Safra Corretora de Valores e Cambio Ltda. O Agente Autônomo é um intermediário e depende de ordem prévia do cliente para realizar operações no mercado financeiro e de capitais. Esta mensagem tem conteúdo meramente informativo. As informações ora prestadas são de caráter geral e exemplificativo, estando sujeitas a alterações, condições adicionais e negociação específica para cada investimento realizado, não se configurando ou devendo ser entendida como oferta pública ou privada, relatório de análise ou consultoria de valores mobiliários tais como definidos na legislação e regulamentação em vigor. As informações expressas neste documento foram obtidas de fontes públicas consideradas seguras, porém não é garantida a sua precisão ou completude, não devendo ser consideradas como tal. Investimentos em títulos e valores mobiliários envolvem riscos. A decisão pelo tipo e perfil de investimento é de responsabilidade exclusiva do cliente, razão pela qual se recomenda fortemente que o investidor faça uma avaliação independente sobre as operações pretendidas, riscos, condições e tributação aplicável. Quaisquer referências e rentabilidades passadas não significam de qualquer forma a garantia ou previsibilidade de rentabilidades futuras. O Grupo Safra não será responsável por perdas diretas, indiretas ou lucros cessantes decorrentes da utilização deste material para quaisquer finalidades. A presente publicação e todos seus elementos literais e gráficos constituem uma obra autoral protegida, estando os diretos sobre a mesma reservados.