fbpx
loader

Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) reflete aumentos de preços dos combustíveis e transportes

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) subiu 0,83% em junho, após ter avançado 0,44% em maio, informou nesta sexta-feira, 25, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com o resultado anunciado hoje, o IPCA-15 acumulou um aumento de 4,13% no ano. A taxa em 12 meses ficou em 8,13%. As projeções iam de avanço de 7,96% a 8,23%, com mediana de 8,16%.

A alta de 0,83% registrada em junho foi a mais elevada para o mês desde 2018, quando havia ficado em 1,11%. O resultado fez a taxa acumulada em 12 meses passar de 7,27% em maio para 8,13% em junho, o resultado mais elevado desde outubro de 2016, quando a taxa foi de 8,27%. No mês de junho de 2020, o IPCA-15 tinha subido 0,02%.

Gasolina sobe 46% em 12 meses e pressiona o IPCA-15
Sob pressão dos aumentos de preços dos combustíveis, o grupo Transportes passou de uma queda de 0,23% em maio para um avanço de 1,35% em junho, dentro do IPCA-15. O grupo deu uma contribuição positiva de 0,28 ponto porcentual para a taxa de 0,83% do IPCA-15 de junho.

Os preços dos combustíveis subiram 3,69% este mês. A gasolina teve alta de 2,86%, acumulando um aumento de 45,86% nos últimos 12 meses. O gás veicular (12,41%), etanol (9,12%) e óleo diesel (3,53%) também ficaram mais caros.

O automóvel novo subiu 0,47% em junho, enquanto o automóvel usado aumentou 0,80%, contribuindo conjuntamente com aproximadamente 0,03 ponto porcentual para a inflação do mês.

O metrô subiu 4,14%, em decorrência de um reajuste de 16% no preço da passagem no Rio de Janeiro desde 11 de maio. O ônibus urbano aumentou 0,16%, pressionado pela alta na tarifa em Salvador.

Na direção oposta, as passagens aéreas caíram 5,63%, após já terem ficado 28,85% mais baratas no mês anterior.

Gastos com alimentação
Os gastos das famílias com alimentação e bebidas subiram menos na passagem de maio para junho, segundo o IPCA-15. O grupo Alimentação e bebidas passou de um aumento de 0,48% em maio para uma elevação de 0,41% em junho, uma contribuição de 0,09 ponto porcentual do grupo para a taxa de 0,83% do IPCA-15 deste mês, segundo o IBGE.

A alimentação no domicílio saiu de uma alta de 0,50% em maio para um avanço de 0,15% em junho. As famílias pagaram menos este mês pelas frutas (-6,44%), batata-inglesa (-9,41%), cebola (-10,32%) e arroz (-1,91%). Por outro lado, as carnes subiram 1,14%. Houve aumentos ainda nos preços do leite longa vida (2,57%) e de alguns derivados, como o queijo (1,99%).

A alimentação fora do domicílio acelerou de uma alta de 0,43% em maio para um avanço de 1,08% em junho, impulsionada pela refeição fora de casa (0,86%) e pelo lanche (1,67%). Segundo o IBGE, as altas podem ser explicadas, em parte, pelos aumentos nos preços de proteínas, como carne e queijos, mas também de custos como transporte e energia. (AE)

A Visão Investimentos - Agente Autônomo de Investimentos Ltda está devidamente registrada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), na forma da Instrução Normativa nº497/11, e é credenciada junto à Safra Corretora de Valores e Câmbio Ltda., o que pode ser verificado no site da CVM (www.cvm.gov.br) ou no site da ANCORD (http://www.ancord.org.br) ou no site da Safra Corretora - www.safra.com.br/agentesautonomoscredenciados. A marca SAFRA INVEST é de propriedade e objeto de direitos exclusivos de empresas das Organizações Safra, das quais faz parte a Safra Corretora de Valores e Cambio Ltda. O Agente Autônomo é um intermediário e depende de ordem prévia do cliente para realizar operações no mercado financeiro e de capitais. Esta mensagem tem conteúdo meramente informativo. As informações ora prestadas são de caráter geral e exemplificativo, estando sujeitas a alterações, condições adicionais e negociação específica para cada investimento realizado, não se configurando ou devendo ser entendida como oferta pública ou privada, relatório de análise ou consultoria de valores mobiliários tais como definidos na legislação e regulamentação em vigor. As informações expressas neste documento foram obtidas de fontes públicas consideradas seguras, porém não é garantida a sua precisão ou completude, não devendo ser consideradas como tal. Investimentos em títulos e valores mobiliários envolvem riscos. A decisão pelo tipo e perfil de investimento é de responsabilidade exclusiva do cliente, razão pela qual se recomenda fortemente que o investidor faça uma avaliação independente sobre as operações pretendidas, riscos, condições e tributação aplicável. Quaisquer referências e rentabilidades passadas não significam de qualquer forma a garantia ou previsibilidade de rentabilidades futuras. O Grupo Safra não será responsável por perdas diretas, indiretas ou lucros cessantes decorrentes da utilização deste material para quaisquer finalidades. A presente publicação e todos seus elementos literais e gráficos constituem uma obra autoral protegida, estando os diretos sobre a mesma reservados.