fbpx
loader

Indicadores referentes a junho preenchem semana mais calma. No exterior, novos dados podem dimensionar o crescimento global

A agenda econômica brasileira promete uma semana mais calma com relação a indicadores.

Sendo assim, o destaque deve ser o resultado do setor de serviços do País e o IBC-Br, considerado a prévia do PIB, ambos referentes a julho.

No exterior, novos dados oficiais podem ajudar a definir os contornos do crescimento global.

Entre eles está a produção industrial nos Estados Unidos, na China e na Zona do Euro.

Ao longo da semana, haverá ainda a divulgações relacionadas ao consumo americano e chinês, além da inflação estadunidense.

Agenda econômica – 13 a 17 setembro
Segunda-feira: Relatório Focus

O foco recai sobre o Relatório Focus, com as expectativas de mercado coletadas pelo Banco Central.

Na última edição, a mediana para o IPCA previa 4% em 2022 e 3,25% em 2023, os anos mais relevantes para a condução da política monetária atualmente.

O centro da meta do BC para esses anos é de 3,5% e 3,25%, respectivamente.

Terça-feira: inflação nos EUA

Na madrugada, o Japão apresenta dados de produção industrial referentes a julho.

Pela manhã, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informa o desempenho do setor de serviços no mês de julho.

A previsão do Banco Safra é de alta de 1,2% ante junho, deixando o setor 18,2% acima de julho de 2020.

Se confirmada, significaria um ritmo levemente menor do que o mostrado no último levantamento.

Nos Estados Unidos, as atenções se voltam para a divulgação do CPI para agosto.

Nesse sentido, o Safra espera que o índice de inflação ao consumidor tenha alta anual de 5,3% e mensal de 0,4%, ritmo próximo ao registrado no mês anterior.

Os dados podem alterar as expectativas dos investidores para a retirada de estímulos pelo Fed, o que tem potencial para afetar os preços dos ativos.

À noite, os destaques são novos dados de produção industrial e vendas de varejo na China. O mercado espera mais um crescimento anual.

Quarta-feira: prévia do PIB

O Banco Central do Brasil consolida os dados de atividade no IBC-Br de julho.

A estimativa do Safra é de crescimento de 0,2% na margem, abaixo da expansão de 1,1% observada em junho.

Lembrando que o índice é considerado uma aproximação do PIB em base mensal.

Lá fora, estão previstos os números de inflação no Reino Unido em agosto. A projeção do mercado é de quase 3% em 12 meses.

Está no radar também a produção industrial verificada na Zona do Euro em julho e nos Estados Unidos em agosto. O consenso prevê avanços na margem.

Quinta-feira: varejo nos EUA

O mercado desta vez acompanha o resultado do varejo americano em agosto, esperando mais uma contração mensal em torno de 1%.

Atenção ainda para as novas entradas em seguro-desemprego por lá, que vêm em trajetória de queda nas últimas semanas.

Sexta-feira: inflação europeia

Será anunciado o resultado do varejo no Reino Unido em agosto. O mercado estima leve alta mensal.

Ainda teremos o dado final de inflação na Zona do Euro em agosto. A leitura preliminar para o mês havia marcado alta anual de 3%.

A Visão Investimentos - Agente Autônomo de Investimentos Ltda está devidamente registrada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), na forma da Instrução Normativa nº497/11, e é credenciada junto à Safra Corretora de Valores e Câmbio Ltda., o que pode ser verificado no site da CVM (www.cvm.gov.br) ou no site da ANCORD (http://www.ancord.org.br) ou no site da Safra Corretora - www.safra.com.br/agentesautonomoscredenciados. A marca SAFRA INVEST é de propriedade e objeto de direitos exclusivos de empresas das Organizações Safra, das quais faz parte a Safra Corretora de Valores e Cambio Ltda. O Agente Autônomo é um intermediário e depende de ordem prévia do cliente para realizar operações no mercado financeiro e de capitais. Esta mensagem tem conteúdo meramente informativo. As informações ora prestadas são de caráter geral e exemplificativo, estando sujeitas a alterações, condições adicionais e negociação específica para cada investimento realizado, não se configurando ou devendo ser entendida como oferta pública ou privada, relatório de análise ou consultoria de valores mobiliários tais como definidos na legislação e regulamentação em vigor. As informações expressas neste documento foram obtidas de fontes públicas consideradas seguras, porém não é garantida a sua precisão ou completude, não devendo ser consideradas como tal. Investimentos em títulos e valores mobiliários envolvem riscos. A decisão pelo tipo e perfil de investimento é de responsabilidade exclusiva do cliente, razão pela qual se recomenda fortemente que o investidor faça uma avaliação independente sobre as operações pretendidas, riscos, condições e tributação aplicável. Quaisquer referências e rentabilidades passadas não significam de qualquer forma a garantia ou previsibilidade de rentabilidades futuras. O Grupo Safra não será responsável por perdas diretas, indiretas ou lucros cessantes decorrentes da utilização deste material para quaisquer finalidades. A presente publicação e todos seus elementos literais e gráficos constituem uma obra autoral protegida, estando os diretos sobre a mesma reservados.